.

.

15 de ago de 2012

A Professora de Teddy.

Imagem do Google

A professora de Teddy









Relata a Sra. Thompson, que no seu primeiro dia de aula parou em frente aos seus alunos da 5a. série primária e, como todos os demais professores, lhes disse que gostava de todos por igual.

No entanto, ela sabia que isto era quase impossível, já que na primeira fila estava sentado um pequeno garoto chamado Teddy.

A professora havia observado que ele não se dava bem com os colegas de classe e muitas vezes suas roupas estavam sujas e cheiravam mal.

Houve até momentos em que ela sentia prazer em lhe dar notas vermelhas ao corrigir suas provas e trabalhos.

Ao iniciar o ano letivo, era solicitado a cada professor que lesse com atenção a ficha escolar dos alunos, para tomar conhecimento das anotações feitas em cada ano.
A Sra. Thompson deixou a ficha de Teddy por último.

Mas quando a leu foi grande a sua surpresa.

A professora do 1o. ano escolar de Teddy havia anotado o seguinte: Teddy é um menino brilhante e simpático. Seus trabalhos sempre estão em ordem e muito nítidos. Tem bons modos e é muito agradável estar perto dele.

A professora do 2o. ano escreveu: Teddy é um aluno excelente e muito querido por seus colegas, mas tem estado preocupado com sua mãe que está com uma doença grave e desenganada pelos médicos.

A vida em seu lar deve estar sendo muito difícil.
Da professora do 3o. ano constava a anotação seguinte: A morte de sua mãe foi um golpe muito duro para Teddy.

Ele procura fazer o melhor, mas seu pai NÃO tem nenhum interesse e logo sua vida será prejudicada se ninguém tomar providências para ajudá-lo.

A professora do 4o. ano escreveu: Teddy anda muito distraído e não mostra interesse algum pelos estudos. Tem poucos amigos e muitas vezes dorme na sala de aula.

A Sra. Thompson se deu conta do problema e ficou terrivelmente envergonhada.

Sentiu-se ainda pior quando lembrou dos presentes de Natal que os alunos lhe haviam dado, envoltos em papéis coloridos, exceto o de Teddy, que estava enrolado num papel marrom de supermercado.

Lembra-se de que abriu o pacote com tristeza, enquanto os outros garotos riam ao ver uma pulseira faltando algumas pedras e um vidro de perfume pela metade.

Apesar das piadas ela disse que o presente era precioso e pôs a pulseira no braço e um pouco de perfume sobre a mão.

Naquele dia Teddy ficou um pouco mais de tempo na escola do que o de costume. Lembrou-se ainda, que Teddy lhe disse que ela estava cheirosa como sua mãe.

Naquele dia, depois que todos se foram, a professora Thompson chorou por longo tempo...

Em seguida, decidiu-se a mudar sua maneira de ensinar e passou a dar mais atenção aos seus alunos, especialmente a Teddy.

Com o passar do tempo ela notou que o garoto só melhorava. E quanto mais ela lhe dava carinho e atenção, mais ele se animava.

Ao finalizar o ano letivo, Teddy saiu como o melhor da classe. Um ano mais tarde a Sra. Thompson recebeu uma notícia em que Teddy lhe dizia que ela era a melhor professora que teve na vida.

Seis anos depois, recebeu outra carta de Teddy contando que havia concluído o segundo grau e que ela continuava sendo a melhor professora que tivera.

As notícias se repetiram até que um dia ela recebeu uma carta assinada pelo Dr.Theodore Stoddard, seu antigo aluno, mais conhecido como Teddy.

Um dia a Sra. Thompson recebeu outra carta, em que Teddy a convidava para seu casamento e noticiava a morte de seu pai.

Ela aceitou o convite e o dia do casamento estava usando a pulseira que ganhou de Teddy anos antes, e também o perfume.

Quando os dois se encontraram, abraçaram-se por longo tempo e Teddy lhe disse ao ouvido: - Obrigado por acreditar em mim e me fazer sentir importante, demonstrando-me que posso fazer a diferença.

Mas ela, com os olhos banhados em pranto sussurrou baixinho: - Você está enganado! Foi você que me ensinou que eu podia fazer a diferença, afinal eu não sabia ensinar até que o conheci.

Aí está Amigos o valor da ATENÇÃO... o quanto é importante darmos um pouco mais de atenção as pessoas a quem amamos ou que se encontram do nosso lado, sem no entanto, esquecer do outro...

A atenção, carinho e cuidado devem ser somados e nunca dividido. É preciso ouvir os apelos silenciosos que ecoam na alma da pessoa.

Autor Desconhecido


AGORA ESTAMOS COM DOMÍNIO PRÓPRIO: www.pequenosgrandespensantes.com.br 
Imagem do Google

16 comentários:

  1. Que linda história amiga, ambos se ajudaram e se valorizaram e o resultado só podia ser o sucesso do Teddy, uma lição p nós, devemos mesmo acreditar e incentivar as pessoas e a nós mesmos! Adorei! Bjoooooosss

    ResponderExcluir
  2. Olá Bia, que texto magnífico, me emocionei muito ao ler.
    Beijos e Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  3. Texto lindíssimo, fiquei emocionada... a gente, muitas vezes, comete esse tipo de erro, de julgar pela apareência e não pelo o que a pessoa realmente é.

    Sorte dela ter visto a tal ficha em tempo, e olha só que futuro brilhante Teddy teve por conta de uma pequena mudança de atitute...

    Este texto é realmente uma lição de vida, né?

    Beijoca ♥

    ResponderExcluir
  4. Oi Beatriz querida, tudo bem?

    Essa história de Teddy é simplesmente linda, e abre os

    nossos olhos para tantas coisas, né?

    Lindo demais o texto, como sempre.

    um beijo carinhoso

    Regina Célia

    ResponderExcluir
  5. Olá!Boa noite!
    Tudo bem Bia?
    Linda e emocionante Lição de vida!
    Cada um TEM uma história por TRÁS... julgamos e condenamos sem antes saber dos limites que todos tem em sua vida...
    Obrigado!
    Boa quinta feira
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Bia querida! Que história mais linda e que mensagem de vida! Quantos Teddys não existem por aí neste exato momento?...Que Deus os abençoe e possam encontrar uma Sra. Thompson em suas vidas!... Posso pedir teu voto pra minha gatinha
    Praguinha Nenê, que está participando
    do 6º Concurso Animal Virtual e já está
    lá no blog?
    Quinta e sexta-feiras iluminadas!
    Um abençoado e feliz final de semana!
    Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi querida sou a BU 2304 vim conhecer o seu cantinho, amei , já estou seguindo, convido a me visitar e seguir tmbém:proaiseartedeeducar.blogspot.com
    Uma semana abençoada!

    ResponderExcluir
  8. Já conhecia esse texto, mas confesso que chorei novamente ao ler, lindo! realmente temos que ver além dos olhos e sabemos que geralmente alunos rebeldes, relaxados ou pouco atentos tem problemas familiares, eu mesma quando criança passei por uma fase difícil e me transformei na escola, sempre observo alunos com comportamento diferente dos demais, sempre digo que o educador tem que saber que está lidando com uma criança, um ser em construção, parece óbvio, mas já trabalhei com professores que lidavam com seus alunos como se fossem adultos, carinho e sensibilidade estão acima de métodos pedagógicos, eu penso assim, bjs e parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  9. Nossa que história linda e emocionante! Faz a gente pensr...vou ler esse post no culto das professoras lá na escola. Bjos!

    ResponderExcluir
  10. Lindo exemplo de dedicação e aprendizagem.

    ResponderExcluir
  11. Bia, o texto é maravilhoso e merece ser amplamente divulgado. Ele é um exemplo não só do que se vê em sala de aula, mas em vários momentos da vida. Quantas vezes nos deparamos com situações como essa, fechamos os olhos e seguimos em frente! Pode ser um aluno, pode ser uma colega,ou qualquer outra pessoa.
    A mensagem do texto mexe conosco:
    Ouvir os apelos silenciosos.
    Quando isso acontecer, seremos como essa professora: aprendemos a ser a diferença.
    beijos
    Zizi

    ResponderExcluir
  12. Olá!Boa noite!
    Tudo bem, Bia?
    vim agradecer o carinho da visita e desejar uma feliz sexta feira!
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Muito lindo. Chorei!!! Vim aqui lhe visitar, sou a BU 2382. Já estou te seguindo, convido você a me visitar e seguir: http://matheusmeucoracao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi,

    Lindo texto.

    Bom final de semana!

    Bjs

    ResponderExcluir
  15. OLÁ SOU DO BLOGUEIRAS UNIDAS, VIM FAZER UMA VISITA E ESTOU TE SEGUINDO, VISITA MEU BLOG E SE GOSTAR FICAREI FELIZ SE ME SEGUIR. UM ABRAÇO!!

    ResponderExcluir
  16. Este texto já me fez chorar!!!E ainda me emociona!!!
    bjks amiga e uma semana abençoada

    ResponderExcluir

░░░(¯`:´¯)░Obrigada por
░░(¯ `•.\/.•´¯)░░░⋰⋰Participar e
░(¯ `•.(۞).•´¯)░(¯`:´¯) Volte Sempre!
░░(_.•´/\`•._)(¯ `•.\/.•´¯) Siga o blog
░░░ (_.:._).░(¯ `•.(۞).•´¯) Deixe seu comentário
░░░(¯`:´¯)░░(_.•´/\`•._) Terei o maior prazer em
░(¯ `•.\/.•´¯)░░(_.:._). responder
░(¯ `•.(۞).•´¯)░░░░ Deixe seu blog e email
░░(_.•´/\`•._)░░ Para que possa
░░░(_.:._)░░░░░ retribuir a visita.
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨Bjokas...da Bia!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Visualizações